Tenho ansiedade, posso solicitar o auxílio-doença do INSS? Veja!

Imagem: Reprodução/Google



Os auxílios-doença, hoje chamados de auxílio-doença temporário, são um dos muitos benefícios pagos pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS). Para acessá-lo, o segurado deve comprovar que está temporariamente impossibilitado de realizar as atividades de seu trabalho.


Esta doença ou condição de saúde causada por acidente precisa ser comprovada por meio de perícia médica. Além disso, os funcionários devem ficar afastados do trabalho por pelo menos 15 dias antes da solicitação.


Existem muitas doenças que são produzidas diretamente no atendimento por incapacidade temporária, incluindo as psiquiátricas. Nesse sentido, a ansiedade garante o pagamento de benefícios?


Ansiedade e Doença Mental


Para responder a essa pergunta, deve-se lembrar que o principal critério é a presença de um estado em que o indivíduo não esteja apto a realizar suas atividades profissionais. Se a ansiedade colocar o trabalhador nessa situação, ele pode solicitar benefícios por doença que alegam doença mental.


Vale lembrar que o INSS requer no mínimo 12 meses de carência, ou seja, é necessário contribuir para esse período antes de solicitar uma transferência. Essa regra é excluída se a doença for causada por fatores relacionados ao trabalho.


Perícia 


Durante o exame, é importante apresentar laudos médicos, medicamentos, certificações e outros documentos que comprovem seu estado de saúde. Especialistas podem entender que não há necessidade de remoção, então este caso pode ser um pouco mais complicado do que outros tipos de doenças.


Caso o pedido seja negado por âmbito administrativo, o segurado do INSS tem a opção de recorrer ao tribunal para garantir seus direitos.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem