Quanto é a fortuna de Marília Mendonça? Ex-empresário exige valor astronômico; Veja detalhes

Imagem: Reprodução/Google




Maria Mendonça deixou o mundo no início por falta de talento após uma trágica morte aos 26 anos. Cantora e compositora desde os 12 anos de idade, ela tinha apenas um filho de 2 anos, Leo, nascido de um relacionamento com o cantor Murillo Huf.


Além de sua família, a artista deixou um legado musical e uma fortuna de um milhão de dólares. Seu legado vale mais de 500 milhões de reais, incluindo as luxuosas mansões de condomínios em Goiânia.


Localizada em um condomínio de luxo na cidade de Goiânia, a mansão é um de seus principais bens e também abriga seu filho e mãe, Ruth Moreira. O local conta com dois andares e uma grande área externa com piscina, ambiente gourmet, suítes com armários e garagens para diversos carros.


Marília cobrava entre R$300.000 e R$500.000 por show, especialmente após a resposta nacional do live "Todos os Cantos Dentro de Casa". A apresentação, que foi transmitida no YouTube em abril de 2020, quando a pandemia Covid-19 começou, teve mais de 3,31 milhões de telespectadores simultâneos e arrecadou doações de cerca de R$ 422 mil. Esse valor foi destinado às famílias afetadas pela crise de saúde.


Trabalhando incansavelmente, gravou 324 músicas e 391 gravações, além de anotações de composições inéditas. Parte de sua fortuna vem de tocar suas músicas em plataformas como Spotify, Deezer, Apple Music, Tidal e YouTube.


Empresário quer R$9 milhões


De acordo com a coluna LeoDias do Metrópoles, Gabriel Ramallho, ex-empresário do país, entrou com uma ação judicial pedindo uma herança de R$ 9 milhões. Apoiador do cantor no início de sua carreira, Ramalho tinha 10% de sua renda.


Ele alega ser funcionário de Maria e ganhava um salário mensal de R$ 200 mil, mas deixou de receber esse valor após a morte do cantor. As exigências feitas na Justiça do Trabalho foram os métodos que ele encontrou para receber o acordo não remunerado.


Apesar da relação próxima, devido a desentendimentos, o artista rompeu seu relacionamento com Ramalho e revogou a procuração dada a ele. Antes da morte da proprietária e empresária do WorkShow, Maria Mendonça, Gabriel era empresário na vida privada do cantor, mas nunca agiu dessa forma internamente.


Esse processo é realizado em segredo de justiça, e a defesa do autor ainda não se pronunciou sobre essa questão.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem