Banco Central estuda atualizações do PIX para reforçar segurança; Saiba mais

Imagem: Reprodução/Google



O Banco Central anunciou que a PIX está passando por atualizações para reduzir golpes identificados e contas laranjas. Essa medida promete aumentar a segurança em todas as etapas, especialmente nas transações. A preocupação é o uso do PIX por criminosos.


A autarquia conta com um grupo de trabalho. Ele é formado por pessoas do mercado e da Federação Brasileira de Bancos (Febraban). O grupo em questão se reúne no chamado “Fórum PIX”. A previsão é que o desenvolvimento de melhorias devem tornar as transações mais seguras dentro de até oito meses.


Atualizações do PIX


Esta associação explora como criar iniciação automática de eventos ao usar pix para triangular valores. Em outras palavras, a ideia é facilitar a notificação de que um golpe está ocorrendo.


Agora, por exemplo, uma pessoa que percebe uma fraude deve apresentar uma reclamação ao prestador de serviços de pagamento responsável por notificá-los da infração. Todos nós finalmente passamos por todas essas etapas, e nossos cidadãos já perderam muito tempo, atrasando o bloqueio das contas, especialmente a restauração do valor.


A proposta do grupo é fortalecer as regras de triagem. É assim que o Banco Central encolhe as contas laranjas criadas para receber dinheiro das vítimas.


No fórum PIX, os participantes apresentaram algumas sugestões de melhoria. A conferência ocorreu em setembro deste ano. Aparentemente, a maioria das notas será considerada pelo BC na atualização do PIX.


Há também uma alteração na criação de notificações automáticas para "ramificação de valor". É um termo usado pelos criminosos para descrever a prática de transferir dinheiro das vítimas entre várias contas diferentes. Essa medida é adotada para dificultar a apuração do valor desviado pelos bandidos.


O item é inserido como prioridade no cronograma de atualização do PIX.

Post a Comment

Postagem Anterior Próxima Postagem